Adsense elton

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Prefeitura realiza o Dia D da Campanha de Multivacinação


Com o slogan “TODO MUNDO FICA MAIS PROTEGIDO”, a Prefeitura de Açailândia através da Secretaria Municipal de Saúde, realizou no último sábado (16), o Dia D da Campanha de Multivacinação no município. A imunização começou no dia 11 e vai até o dia 22 de setembro. Mais de 14 tipos de vacinas estão disponíveis para crianças e adolescentes de até 15 anos. A mobilização do “Dia D”, aconteceu em praças públicas e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do centro, periferia e zona rural.

De acordo com a secretária de Saúde, Kerly Cardoso, as vacinas disponíveis nesta campanha para crianças menores de 7 anos são: BCG – ID, hepatite B, penta (DTP/Hib/Hep B), VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VOP (vacina oral contra pólio), VORH (Vacina Oral de Rotavírus Humano), vacina pneumocócica 10 valente, febre amarela, tríplice viral (sarampo, rubéola, caxumba), DTP (tríplice bacteriana), vacina meningocócica conjugada tipo C, tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela) e hepatite A.

Já as doses disponíveis para crianças e adolescentes entre 7 e 15 anos são hepatite B, febre amarela, tríplice viral, dT (dupla tipo adulto), dTpa, vacina meningocócica conjugada tipo C e HPV.

A secretária Municipal de Saúde, garante que o estoque disponibilizado é suficiente para imunizar todo o público alvo do município, podendo estender o prazo, caso seja necessário.

No entanto, a açailandense Vitória Mangela de Sousa e o esposo Fernado, moradores do centro, não quiseram perder tempo, chegou cedo à UBS da “CIKEL”, para garantir a atualização da carteira de vacinação do sobrinho João Paulo de 1 ano e da filha caçula Maria Fernanda. Ela falou da importância de imunizar as crianças: “eu sei que a vacina é o principal meio de prevenir as doenças nas crianças e adolescentes. Essa campanha deveria ter a participação de todos”.

Para a realização do Dia D, a Prefeitura  montou uma força tarefa para garantir o atendimento, envolvendo enfermeiros e técnicos, lotados na Secretaria de Saúde. A meta é resgatar todas as crianças e adolescentes não vacinados no município e, com isso, iniciar ou completar os esquemas de imunização.
ASCOM-PMA Por: Antonio Maria 


Nenhum comentário:

Postar um comentário