sábado, 8 de dezembro de 2018

Em 4 anos, Governo entrega mais de 200 ambulâncias e reforça atendimento de saúde nos municípios

Ambulâncias novas e equipadas para atendimentos de urgência e emergência passaram a ser realidade nos hospitais e postos de saúde de centenas de municípios maranhenses. Com o programa de apoio oferecido para prefeituras, chegou a 204 o número de veículos entregues pelo Governo do Maranhão a hospitais e postos de saúde em todo o estado. O investimento é de mais de R$ 32 milhões.
Necessidade antiga, as entregas atenderam aos anseios de associações como a Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), que também receberam suporte para asfaltamento de ruas e avenidas, segurança pública, construção de escolas e de sistemas de abastecimento de água e muitos outros.
O presidente da entidade e prefeito de Tuntum, uma das cidades beneficiadas com a entrega de ambulância, Cleomar Tema, ressalta a importância do equipamento para os municípios.
“Nessa área da saúde, que lida com urgência e emergência, toda ajuda é bem-vinda. Os municípios ficam muito agradecidos com esse apoio do Governo, que vem desde o primeiro ano de gestão”, diz.
“Em Tuntum nós dispomos de central de regulação, prestamos serviços nessa área de transporte para 27 municípios. E essa entrega nos dá um apoio substancial”, acrescenta.
As entregas foram feitas por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e também por contrapartidas sociais de empresas em benefício dos municípios, que contaram com a coordenação da Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Energia (Seinc).
Tecnologia
Já são mais de 200 ambulâncias entregues. (Foto: Divulgação)
O Governo do Estado investiu R$ 160 mil em cada ambulância, que tem capacidade para socorro no atendimento como Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e semi UTI, podendo se transformar em Unidade de Suporte Avançado (USA).
São equipadas com duas macas, duas pranchas, um umidificador, cadeira de rodas, cilindro e bala de transporte para oxigênio – em caso de atendimento fora do veículo, respirador, monitor cardíaco, desfibrilador e medicamentos.
Possuem, ainda, sistema de monitoramento contínuo, para prestar socorro a pacientes potencialmente graves ou com descompensação no sistema orgânico.

PM homenageia deputado Marco Aurélio por serviços prestados à sociedade


O deputado estadual professor Marco Aurélio (PCdoB) recebeu nessa sexta-feira (07) uma homenagem da Polícia Militar do Maranhão em solenidade de condecorações do 3º BPM de Imperatriz. O deputado foi agraciado com uma placa de reconhecimento pelos serviços prestados à sociedade e à Polícia Militar do Maranhão. 

O tenente coronel, Ilmar Gomes destacou a parceria que o deputado Marco Aurélio tem com a instituição “sempre esteve em harmonia com a Polícia Militar, defendo as causas da segurança pública. É uma pessoa que está sempre presente em todos os projetos da polícia. Só temos a agradecer, com o nosso respeito e nossa consideração” afirma.

O deputado agradeceu a homenagem e se dispôs a estar sempre nas causas da classe “fico imensamente feliz com a honraria da polícia militar e me disponho sempre a estar contribuindo com os relevantes trabalhos que a polícia tem prestado na proteção da nossa população. Sempre terá a nossa voz, a nossa contribuição, esforço e o nosso apoio”, enfatizou.

Ao final da solenidade o deputado firmou compromisso com a classe, destinando emenda parlamentar de 500 mil para a construção da nova sede da do 14º batalhão, junto com o deputado eleito, Rildo Amaral, que também se comprometeu em destinar 500 mil para a ampliação do batalhão.

MENINO JOÃO MIGUEL QUE TEVE O CORPO QUEIMADO EM CARVOARIA JÁ RESPIRA SEM AJUDA DE APARELHOS EM HOSPITAL DE GOIÂNIA

Internado há 20 dias depois de ser transferido de Imperatriz para o Hospital de Urgência Governador Otávio Lages, em Goiânia (GO), o pequeno João Miguel apresentou melhoras no quadro de saúde, apesar de ainda ser considerado grave o seu estado.
De acordo com o último boletim médico divulgado hoje (07), o menino já respira sem ajuda de aparelho, mas permanece internado em um leito de UTI pela necessidade dos cuidados especiais, já que ele teve 60% do corpo queimado.
O caso do pequeno João Miguel ganhou comoção nacional e muita gente continua fazendo doações à família.
João Miguel segue internado em um hospital que é referência em queimados na capital goiana, a mãe o acompanha nas visitas, recebendo suporte numa Casa de Apoio em Goiânia, onde ela está hospedada.

Acidente envolvendo 3 veículos deixa 15 pessoas feridas na BR 222, próximo ao Posto Fiscal no Plano da Serra

Um grave acidente foi registrado na noite desta sexta-feria, 07, na BR 222, próximo ao Posto Fiscal no Plano da Serra. As primeiras informações dão conta de que pelo menos 3 veículos de pequeno porte se envolveram no acidente, sendo dois carros táxis e outro veículo também de pequeno porte.

Ainda segundo as primeiras informações, houve danos matérias e pelo menos 15 pessoas ficaram feridas com escoriações. Das 15 vítimas, apenas 9 foram levadas para o Hospital, as outras tiveram ferimentos leves e não careceu de dá entrada no hospital, as socorridas foram 4 mulheres e 5 homens.  O SAMU foi acionado e deslocou para o local todas as 3 ambulâncias da unidade para o local do acidente. 
carlos cristiano
Estamos colhendo novas informações.  

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Prefeitura inicia entrega dos títulos definitivos do Distrito Industrial do Pequiá.







A Prefeitura de Açailândia, por meio da Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária (SHRF), vai beneficiar 2 mil famílias do Distrito Industrial do Pequiá com títulos definitivos de imóveis. A Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária, já realizou o trabalho de recadastramento colocando uma equipe do Departamento de Tributos dentro do bairro para receber requerimento dos moradores solicitando a regularização de imóveis que dar o direito de receber os títulos definitivos do imóvel onde moram. Na semana passada os secretários Levilson Oliveira Lima (SHRF), José Francisco da Cunha Melo (Departamento de Tributos) e Cleones Matos (Industria, Comércio e Turismo), estiveram no Distrito Industrial do Pequia, onde fizeram a entrega simbólica de seis Títulos Definitivos de Imóveis a empresários, moradores da localidade. Seguindo a orientação do prefeito Juscelino Oliveira no sentido de intensificar a regularização de terrenos do Pequia, o secretário de Habitação e Regularização Fundiária, Levilson Lima, informa que enviou uma equipe do Departamento de Tributos e outra da Secretaria de Habitação, para o Pequia, somente para atender aos moradores que pretendem resolver de uma vez por todas a regularização do imóvel onde mora. “Esta, é a primeira vez que a administração municipal está empenhada em beneficiar os moradores com os títulos de imóveis”, ressaltou Levilson. Ainda de acordo com Levilson Lima, já foi feito todo o procedimento junto ao Cartório do 1º. Ofício para acelerar o processo de entrega do documento”. “Realizamos uma campanha dentro do bairro onde recebemos 15 requerimentos de regularização de imóveis, entre elas; pessoas Física e jurídica, proprietários de imóveis que ainda não possuem os títulos definitivos e realizamos a entrega simbólica dos títulos e até o final do ano, pretendemos realizar um grande ato público para entregar o documento oficialmente a estes 15 beneficiado. A Ação e entrega vai servir para incentivar os outros moradores a comparecerem no departamento instalado pela administração municipal no bairro, somente para resolver especialmente a situação destes moradores. Uma vez que muitos não acreditam na veracidade da documentação que já foi prometida muitas vezes em outras administrações”. Por sua vez o secretário de Industria e Comércio, Cleones Matos, disse que a intenção do prefeito Juscelino Oliveira, é beneficiar as demais famílias de Açailândia com a propriedade de seus terrenos. “ Ao ter seu título definitivo, o cidadão se torna proprietário do imóvel de fato e de direito, ao invés de posseiro. O título valoriza o terreno; auxilia na hora de conseguir crédito para financiamento de construção e reforma; e permite à família a condição de herança legal. Com o título definitivo, os proprietários terão a oportunidade de conseguir financiamento habitacional para melhorias nos seus respectivos imóveis via Caixa Econômica Federal e de microcrédito para empreendedorismo”, finaliza Cleones Matos.

ASCOM – PMA 

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Agência do Banco do Brasil de Humberto de Campos é atacada por bando criminoso

Agência fica no interior do Maranhão e foi alvo de ataques na madrugada desta quinta-feira.



Agência do Banco do Brasil atacada por bandidos em Humberto de Campos — Foto: Domingos Moraes / Colaboração

A agência do Banco do Brasil de Humberto de Campos, distante 92 km de São Luís, foi atacada por bandidos na madrugada desta quinta-feira (6), por volta das 2h30. O caixas eletrônicos foram destruídos, assim como boa parte do prédio. Por enquanto não há informações de presos nem feridos. A quantia levada também não foi informada ainda.

Assim como em ataques a agências em outras cidades, o posto policial foi atacado pelos bandidos. A parede e o portão ficaram com marcas dos disparos das armas de fogo utilizadas pelos assaltantes.


Em instantes mais informações.

Em 4 anos, Maranhão investe R$ 250 milhões para levar moradia digna a mais de 22 mil famílias

Minha Casa Meu Maranhão constrói residências novas. (Foto: Divulgação)
Casas, apartamentos, reformas e regularização fundiária. Com investimentos de R$ 254 milhões em diferentes programas e ações, nos últimos quatro anos, o Governo do Maranhão garantiu moradia digna para muita gente. Até agora já são mais de 2.400 unidades habitacionais construídas e em construção, 7.420 casas reformadas e 12.600 famílias beneficiadas com títulos de terra.
Em 22 municípios integrantes do Plano Mais IDH, de elevação do Índice de Desenvolvimento Humano, R$ 134 milhões foram investidos nas habitações, nos sistemas de abastecimento de água e nos sistemas produtivos para as comunidades do projeto.
Em Água Doce do Maranhão, Santa Filomena, Amapá do Maranhão, Newton Belo, Aldeias Altas, Satubinha, Lagoa Grande, Belágua, Araioses, Santana do Maranhão, Afonso Cunha, São João do Sóter e Serrano do Maranhão, das 2.200 moradias contratadas, 1.052 já estão construídas e as demais serão finalizadas em 2019.
As 1.052 casas construídas tiraram famílias de casas de taipa para o conforto da alvenaria. “Gostei muito de saber que vou ter uma casa de tijolo. Construir uma casa não é fácil, nem barato. Ainda mais de tijolos. Para mim, é uma alegria”, disse a dona de casa Maria dos Milagres Silva Carvalho, que a vida toda morou em uma casa de taipa em Belágua, onde o Minha Casa Meu Maranhão está reduzindo em 57% o déficit habitacional.
Chão firme
Na capital São Luís, dois conjuntos habitacionais, em fase de conclusão, já enchem de esperança os futuros moradores, alguns deles saídos de palafitas. Enquanto esperam o apartamento novo, recebem o aluguel social, para pagar a moradia provisória.
“Melhorou a minha vida, antes eu estava na palafita, agora tô vivendo de aluguel, mas em breve vou ter meu apartamento, um sonho se realizando”, disse Conceição de Maria Rabelo.
Moradora da Ilhinha, a diarista está recebendo aluguel social no valor de R$ 500 e em breve vai se mudar para um apartamento na Avenida Ferreira Gullar, no São Francisco, no residencial José Chagas.
“Agora está sendo bom, estava virando uma coisa perigosa, às vezes a gente caía na maré. Melhorou depois que estamos no chão firme, é uma vida digna”, completou Conceição.
Assim como Conceição, 256 famílias em condições de vulnerabilidade social vão ser beneficiadas com a construção desse residencial.
No Sítio Piranhenga, nas proximidades da Avenida dos Africanos, serão mais 1.104 apartamentos novinhos para quem precisa de um lar, no residencial Jomar Morais. O valor investido nas unidades é de R$ 100 milhões.
Terra própria
Como estímulo à produção familiar e sustentável, o Governo também já garantiu títulos de terra a mais de 12 mil famílias, entre individuais e coletivos, em mais de 130 municípios.
As concessões de títulos de propriedades destinadas ao cultivo se estendem por mais de 235 mil hectares de terra, beneficiando 7,5 mil famílias.
“Esse programa é uma das bandeiras do governo Flávio Dino com fins a diminuir desigualdades sociais e garantir dignidade à população”, pontua a secretária de Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), Flávia Moura Alexandrina. O projeto é desenvolvido em parceria com o Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma).
Já o Casa Cidadã é para adaptar ou reformar residências de pessoas com deficiência. O programa contempla 1.549 pessoas.
Cheque Minha Casa
Cheque Minha Casa ajuda na reforma. (Foto: Divulgação)
Para quem precisava de melhorias no lar, como a construção de banheiros, acessibilidade para idosos e deficientes físicos, o Governo concedeu R$ 5 mil para 7.420 famílias.
Os recursos puderam ser usados para compra de materiais de construção – telhas, caibros, tijolos, piso, cimento, tinta, além de materiais para instalação hidráulica (canos, aparelho sanitário, pia, torneiras, caixa d’água) e elétrica (fios, tomadas e lâmpadas) e também beneficiaram maranhenses atingidos por enchentes.
Rua Digna 
Com investimentos de R$ 21 milhões, o Mutirão Rua Digna tem levado pavimentação, qualidade de vida, e o fim de lama e da poeira, além da geração de empregos para os bairros e comunidades onde é executado.
Construídas pelos moradores, as obras do programa do Governo do Estado já chegam a 22 municípios, beneficiando também povoados nos municípios de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).
Outras ações
As ações na habitação ainda incluem o PAC São Francisco, um projeto do Governo Federal com contrapartida do Estado, para famílias que vivem sob risco na região da Ponta do São Francisco, em São Luís
Já o Residencial Parque Independência é feito em parceria com a Caixa Econômica Federal e construirá na capital 2.048 apartamentos para servidores.

Grupo BrasilAgro anuncia ampliação de investimentos no Maranhão

Flávio Dino durante reunião com representantes da BrasilAgro. (Foto: Karlos Geromy)
A BrasilAgro, uma das maiores empresas brasileiras no desenvolvimento de terras agrícolas, irá investir R$ 1,4 bilhão nos próximos anos no Maranhão. O anúncio foi feito após reunião com o governador Flávio Dino, no Palácio dos Leões, na manhã desta quarta-feira (5).
O novo empreendimento tem capacidade de gerar três mil postos de trabalhos direto. O investimento será realizado em parceria com a empresa AgroSerra, na Fazenda São José, no município de São Raimundo das Mangabeiras, e é pautado pela produção de grãos e etanol. Todos os serviços de plantio, pulverização, colheita, limpeza e transporte será feito por prestadores de serviços locais.
Por ano, as companhias planejam produzir 1,25 milhão de toneladas de cana, 500 mil toneladas de soja e 320 mil toneladas de milho. Com a produção, a BrasilAgro acredita que a receita anual do projeto supere a marca dos R$ 2 bilhões.
“Esse projeto começou e já superou a casa dos R$ 200 milhões de investimento. Isso vai gerar muito emprego direto e muita arrecadação para o Maranhão, justamente em uma região do estado que possui baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). O governador Flávio Dino está preocupado com o desenvolvimento do Maranhão e nós acreditamos muito no potencial do estado”, disse André Guillaumon, diretor presidente da BrasilAgro.
Para Pedro Tizianel, presidente da AgroSerra, o Maranhão reúne uma gama de fatores que incentivam os produtores, mesmo em um cenário de crise nacional. “Estamos muito otimistas com relação ao Maranhão, ao futuro que o estado permite. Temos potencialidade climática, acesso ao Porto do Itaqui, é um conjunto de fatores que facilita para o produtor”, disse.
A agenda foi acompanhada pelo subsecretário Expedito Rodrigues, da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia.

Encontro de negócios em Imperatriz prospecta mais de um milhão em negociações


Realizada pelo Sebrae, rodada de negócios aproximou empresas vendedoras de

Imperatriz com âncoras da região.




A edição do Empresas em Ação: Encontro de Negócios de Imperatriz foi um
sucesso. Realizada pelo Sebrae Maranhão, por meio da Regional em Imperatriz, no
El Shadday eventos, a ação reuniu fornecedores de Imperatriz e grandes empresas
âncoras da região. As negociações futuras encaminhadas a curto e médio prazo,
contabilizaram R$ 1.535.00,00 (um milhão, quinhentos e trinta e cinco mil reais) em
transações comerciais.
Quarenta e duas empresas dos segmentos do comércio, indústria e serviços
participaram da rodada de negócios. Na estrutura organizada pelo Sebrae, numa
ação do Programa Nacional Comércio Brasil, os participantes tiveram a oportunidade
de realizarem negociações estratégicas, promover parcerias e networking.
“Reunimos em um mesmo ambiente demandantes e ofertantes para um novo
mercado de oportunidades. Preparamos uma estrutura inovadora e de forma piloto,
pequenas empresas puderam ampliar sua rede de contatos e negociarem
diretamente com âncoras de seu interesse. O resultado foi muito satisfatório, além
da troca de experiências e networking entre eles”, enfatizou o gerente regional do
Sebrae em Imperatriz, Maurício Lima.
O formato inovador da rodada, sob o viés das compras corporativas, agradou os
participantes, como é o caso do gerente geral do Hotel Residence, Romário Xavier,
que levou o hotel para vender e comprar.
“Ficamos satisfeitos com os resultados gerados, tivemos oportunidade de fazer
excelentes contatos para compras e vendas. Já estive em outras rodadas, mas essa
teve diferencial, ofertou produtos e serviços da rotina das empresas. Permitiu que
fortalecêssemos mais os negócios com nossos clientes e ainda aumentamos nosso
conhecimento, com a troca de experiências entre as empresas de segmentos
diversos”, comentou Romário.

O representante comercial da empresa Fort Clean, Jaw Paz, falou dos contatos
encaminhados. “Falamos com empresas que estavam no nosso foco de
atendimento, reunidos num mesmo ambiente. A ação trouxe troca de serviços,
fornecemos produtos na área de higiene, limpeza e conservação, deixamos contatos
agendados e bem encaminhados”, destacou Paz.
Grandes Compradores
Participaram também da Rodada grandes empresas âncoras de atuação
estadual, entre elas, Ceste\Usina Hidrelétrica de Estreito, Suzano Papel e Celulose
e a empresa VLI – Soluções Logísticas. Antes da rodada de negócios, as
respectivas empresas explanaram sua forma de atuação, produtos e áreas de
oportunidades aos presentes, em apresentações individuais.
Para o analista de contratações do Ceste, Luís Netto, foi uma experiência exitosa na
prospecção de desenvolver fornecedores da região, premissa da empresa. “Fizemos
contatos e encaminhamos negociações, para que se tornem fornecedores do nosso
consórcio, como no fornecimento de serviços de material elétrico, prestação de
serviços de retífica, entre outros. Somos gratos ao Sebrae pelo evento”, afirmou.
Caleb Borsoi, que atua na parte de compras e contratações da Suzano Papel e
Celulose em Imperatriz, ressaltou a importância do Encontro na promoção de
parcerias com o mercado local. “Eventos como esses agregam muito para a cidade
e região. Tivemos contatos com gráficas, vestimentas, serviços de elétrica e
mecânica. São fornecedores que podem nos atender e agregar cada vez mais para
nossa companhia, num evento bem organizado. Além de conhecer outras âncoras e
trocarmos experiências”, pontuou Borsoi.
Para o analista de suprimentos da VLI, Helio Macedo a Rodada permitiu estreitar
laços de parceria com fornecedores que podem atender na empresa. “Foram
contatos encaminhados com serviços de limpeza predial, manutenção de
equipamentos, confecção de placas, sinalização para ferrovias e fardamento de
uniforme. Essa parceria com o Sebrae faz que tenhamos assertividade no que
buscamos, com fornecedores focados no que a gente necessita”, comentou Macedo.
Comércio Brasil

A Rede Nacional Comércio Brasil, criada em 2005 pelo Sebrae, facilita o acesso e
relacionamento entre micro e pequena empresa e os canais de comercialização que
incluem atacado, varejo e representante comercial, entre outros.
Assessoria de Imprensa do Sebrae no Maranhão
Regional Imperatriz



Defensoria promove capacitação de defensores e servidores sobre Tratamento fora do domicílio




A Defensoria Pública estadual (DPE/MA) realizou, na última sexta-feira (30), capacitação voltada a defensores públicos, sobretudo com atuação no interior do estado, servidores e colaboradores, com vistas a sistematizar procedimentos de solicitação do Tratamento Fora do Domicílio (TFD), como parte das atividades do projeto “TFD não é favor, é direito”.
O projeto “TFD não é favor, é direito: Defensoria Pública pela plena efetivação da política pública de tratamento fora do domicílio” foi idealizado pela Comissão Temática de Atuação Estratégica e Coletiva, da DPE, composta pelos defensores públicos Jean Carlos Nunes Pereira, Benito Pereira Filho e Ian Barbosa Nascimento, com apoio do Núcleo da Criança e do Adolescente e do Serviço Social. Também prestigiaram a capacitação o defensor-geral Alberto Bastos, o subdefensor Gabriel Furtado, e a diretora da Escola Superior, a defensora Isabella Miranda.
Durante a capacitação, que foi exibida ao vivo para público interno da instituição, por meio do youtube, Jean Pereira falou sobre a importância de capacitar os membros de carreiras e servidores quanto aos procedimentos de solicitação do TFD, sobre a criação de um fluxo padrão, que facilitará a atuação dos mesmos em São Luís e no interior do estado. “Precisamos qualificar, fortalecer e controlar a aplicação de políticas públicas voltadas para esses cidadãos que se deslocam em busca de tratamento de saúde fora de seus domicílios . É necessário ter um entendimento interno sobre o procedimento para beneficiar o máximo de assistidos”, ponderou o defensor  titular do Núcleo de Direitos Humanos da DPE, Jean Carlos Nunes Pereira.
O protocolo está disponível no site da Defensoria Pública e nele estão inseridos vários links, com material para downloads de modelos de ofícios, petições, regulamentações e outros, que também estão disponíveis no diagrama de ações do projeto. Trata-se de uma espécie de protocolo, onde serão descriminados todos os passos necessários para uma ação efetiva, prioritariamente extrajudicial. “Com esse material, os defensores poderão efetivar o TFD de forma plena em seu município de atuação. Lembramos, ainda, que o documento está em construção, podendo existir novas inserções para melhor se adequar à realidade do município”, destacou Benito Filho, com atuação no Núcleo da Saúde da instituição.
O defensor público Davi Rafael Veras, um dos apoiadores do projeto, falou que a concepção do projeto e sua execução é necessária devido à demanda recebida na capital e que deve ser igualmente grande no interior do Estado. “Assim como acontece no Núcleo de Direitos Humanos, no Núcleo da Saúde, nós no Núcleo da Criança também recebemos diversas demandas neste sentido e vimos a necessidade de compartilhar e oportunizar aos colegas do interior estratégias que garantam à população o uso desse benefício”, disse.


quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Na UTI do HUGOL, João Miguel continua em estado grave


IMPERATRIZ - De acordo com o último boletim médico divulgado ontem (4) pelo Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lages, em
Goiânia (GO), o quadro de saúde do garoto João Miguel ainda é considerado muito grave. João Miguel segue internado na UTI, respirando com a ajuda de aparelhos, sem previsão de alta.
O jovem João Miguel foi transferido para o hospital referência em queimados há cerca de 2 semanas, após sofrer queimaduras em 60% do corpo,
no dia 13 de novembro, quando acompanhava o pai em uma carvoaria em Buriticupu.
A mãe acompanha João Miguel nos horários de visita e está hospedada numa casa de apoio às famílias de pacientes queimados em tratamento
na cidade.
A família continua recebendo doações de pessoas sensibilizadas com o caso de João Miguel.





Imirante

Pacote anticrise é para manter o Maranhão funcionando normalmente, diz secretário Márcio Jerry

Márcio Jerry detalha pacote anticrise em entrevista. (Foto: Handson Chagas)
O pacote anticrise enviado pelo Governo do Maranhão à Assembleia Legislativa tem um objetivo bastante claro: fazer que o Estado continue funcionando normalmente, além de manter a expansão dos serviços públicos para a população. É o que explica o secretário estadual de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Márcio Jerry, durante entrevista à Rádio 1290 Nova Timbira.
“O governador Flávio Dino tem o sentido de absoluta responsabilidade. Ninguém pode ficar parado diante de uma crise tão grande. É preciso ter muita capacidade, coragem e competência para driblar os efeitos negativos e manter o Estado funcionando normalmente”, diz Jerry.
“É preciso fazer o que tem sido feito no Maranhão: pagar os salários em dia, o 13º em dia, cumprir com as obrigações”, acrescenta.
Jerry lembra que o Maranhão perdeu, desde 2015, mais de R$ 1,5 bilhão em repasses federais por causa da crise que atinge o Brasil.
Apesar de muitos Estados mal conseguirem honrar a folha de pagamento, o Maranhão tem sido exceção graças à gestão eficiente feita nos últimos quatro anos.
O pacote
O pacote anticrise tem diversos benefícios diretos para o consumidor. Entre eles, isenta mais de 100 mil micro e pequenas empresas do pagamento de ICMS. E também coloca fim ao IPVA para cerca de 75 mil motos de até 110 cilindradas. São as populares Biz e Pop, por exemplo.
Além disso, o Projeto de Lei cria o Cheque Cesta Básica. O programa vai destinar o valor do ICMS pago nos produtos da cesta básica para os maranhenses mais pobres.
Para fazer a compensação da perda de arrecadação dessas medidas, será alterada a alíquota de ICMS do óleo diesel e da gasolina. O aumento para o consumidor final será pequeno: R$ 0,01 e R$ 0,08, respectivamente.
“O governador Flávio Dino aumentou, nestes quatro anos, as ofertas na Saúde, com os hospitais macrorregionais, o Hospital de Traumatologia e Ortopedia, o Sorrir, o Ninar, fazendo que houvesse melhoria na oferta de serviços. Na Educação, criou o IEMA, as escolas de ensino integral, a UemaSul, ampliou o número de professores, paga o melhor salário para a categoria no país”, diz Márcio Jerry, listando algumas ações que transformaram o Maranhão.
“Tudo isso foi possível porque houve investimentos nessas áreas. E para isso, precisa de recursos. Se não tivéssemos ampliado os serviços, não teríamos conseguido atender os cidadãos.”
O secretário cita também os investimentos na Segurança Pública, que permitiram, por exemplo, prender na madrugada desta terça-feira (4) mais nove integrantes da quadrilha que assaltou uma instituição financeira em Bacabal.
Márcio Jerry também ressalta o corte de gastos que vem sendo feito desde 2015 e foi acentuado no mês passado, com uma série de medidas no Governo do Estado. Foram determinadas reduções de despesas em telefonia, viagens e diárias, entre outras.
“O governador cortou na carne. Com o agravamento da crise, é preciso tomar novas medidas, reduzir gastos em vários itens para promover investimentos em tempos de tanta escassez”, afirma Jerry.
“Flávio Dino continuará trabalhando para driblar os efeitos da crise e fazer que o Maranhão continue sendo um exemplo para o Brasil. Vai continuar sendo administrado com transparência, competência e honestidade, que são as marcas do Governo Flávio Dino”, diz o secretário.

Governador Flávio Dino e cônsul chinesa discutem ampliação de investimentos no Maranhão

Governador Flávio Dino recebeu comitiva chinesa com a presença da cônsul-geral da China em Recife (PE), Yan Yuqing. (Foto: Karlos Geromy)
O governador Flávio Dino recebeu, na manhã desta terça-feira (4), importante delegação do Banco de Desenvolvimento da China (CDB) e de grupos empresariais chineses que investem no Maranhão, liderados pela cônsul-geral da China em Recife (PE), Yan Yuqing. A visita objetiva o fortalecimento das relações entre as entidades e a promoção de novos investimentos no estado.
Dentre os investimentos tratados, está a construção do Porto São Luís, empreendimento da China Communications Construction Company (CCCC) que está em andamento e é fruto da colaboração entre o Governo do Maranhão e o governo chinês. As obras estão na fase de terraplanagem, supressão vegetal e condução de detalhes geográficos. O prazo máximo de entrega é fevereiro de 2022.
Para o governador Flávio Dino, o novo porto fortalece o estado como vetor logístico capaz de atender as regiões norte, nordeste e centro-oeste, com destaque para transporte de grãos e minério.
“Nós temos um portfólio de investimentos bastante expressivo em negociação entre o Governo do Maranhão, naturalmente com a interseção das autoridades brasileiras, e o Governo da China. Visando que nós possamos agregar tecnologias e recursos à economia maranhense, em várias áreas. O Porto São Luís garante um corredor logístico importante não só para o Maranhão, mas para o Brasil”, assegurou o governador.
A gama de empreendimentos estratégicos no Maranhão também inclui projetos de siderurgia, refinaria, cooperação tecnológica e cooperação cultural, como a implantação do Instituto Confúcio, que promove a cultura e dá apoio ao ensino da língua chinesa em todo o mundo.
Na visão do governador Flávio Dino, um dos principais pontos de sucesso da relação entre o Governo do Maranhão e os empresários chineses é o esforço dos investidores em envolver a comunidade local nos projetos, gerando oportunidades de trabalho.
“Visamos a abertura de outras oportunidades de negociação, de entendimento, e de investimento. Isso significa crescimento da nossa economia, e geração de oportunidades de trabalho, tanto para nossos trabalhadores, como para as empresas maranhenses”, garantiu.
A cônsul-geral Yan Yuqing espera que a passagem da delegação chinesa pelo Maranhão aprofunde a amizade entre as nações e possibilite novas parcerias, com mais chances de cooperação e geração de postos de trabalho para o Maranhão. Segundo ela, os grupos empresarias chineses enxergam grande potencial de investimentos no nordeste brasileiro e desejam investir em áreas como infraestrutura, turismo, cultura e tecnologia.
“A região do nordeste tem muitos pontos para desenvolvimento e pretendemos colaborar com isso. O Maranhão, sob a liderança do governador Flávio Dino, vive um modelo de cooperação com a China, com grandes êxitos. Queremos que o Maranhão seja a porta de colaboração entre o nordeste e a China”, disse a cônsul-geral Yan Yuqing.
Além dos representantes do CDB, participaram da reunião empresários da CCCC na América do Sul, Huawei Brazil, Dahua Technology Brasil, CBSTeel e Serra Negra Mineração.
Dia de vistorias
Durante a segunda-feira (3), a comitiva chinesa e empresários maranhenses visitaram as obras em curso no estado e que envolvem as tratativas entre a China e o Maranhão. A visita foi conduzida pelo vice-governador Carlos Brandão juntamente com os secretários estaduais Enos Ferreira (Projetos Especiais) e Davi Telles (Ciência, Tecnologia e Inovação), além de representantes das secretarias de Cultura e Turismo (Sectur), Indústria e Comércio (Seinc) e da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), respectivamente, Karen Moraes, René Pires e Artur Thiago.
Na ocasião, o grupo visitou o local em que está sendo construído o Porto São Luís e também dialogou sobre a implantação de projetos para o Maranhão, como o ‘Cidade Segura’ apresentado pelo representante da empresa Huawei. O projeto oferece serviço de reconhecimento facial, além da rápida identificação de placas de carro, garantindo agilidade na segurança pública. Também foi debatida a qualificação da mão de obra maranhense para atender os investimentos que são buscados para o Maranhão a partir das tratativas com a comitiva chinesa.