Adsense elton

sexta-feira, 19 de julho de 2019

PENALVA | Acusado de feminicídio é condenado a 25 anos e meio de prisão








Momento em que o juiz Carlos Alberto Matos lê a sentença



O juiz Carlos Alberto de Matos Brito, titular da Comarca de Penalva, presidiu nesta quinta-feira (18) uma sessão do Tribunal do Júri, que teve como réu Marcos Barros França. Ele estava sendo acusado de prática de feminicídio, sob acusação de ter matado sua ex-companheira, Maria Ivanilde Reis. Ao final do julgamento, ele foi considerado culpado pelo conselho de sentença e recebeu a pena de 25 anos e meio de prisão, a ser cumprida inicialmente em regime fechado. A vítima e o réu viveram juntos por três anos e não tiveram filhos. A sessão foi realizada na Câmara de Vereadores de Penalva.
Relata a denúncia que o crime ocorreu em 11 de fevereiro do ano passado, na localidade São Joaquim, povoado da zona rural de Penalva. Narra que Marcos França, na data mencionada, por volta das 15 horas e próximo ao Cemitério do Povoado São Joaquim, teria matado a companheira com golpes de um pedaço de pau. Segundo relatos da mãe de criação da vítima, D. Cleide, o acusado chamou a vítima para ir com ele na casa de seus pais, localizado no Povoado São Joaquim. Entretanto, passado algum tempo, a mãe da vítima estranhou a demora da filha e pediu para que sua outra filha fosse até a casa de Marcos, recebendo a informação de que sua irmã não teria aparecido lá.
No dia seguinte, a mãe recebeu a informação de que a filha foi encontrada morta em um matagal, nas proximidades do Cemitério do Povoado São Joaquim. D. Cleide afirmou que o acusado era extremamente ciumento e que teria sido ele o autor do homicídio de sua filha, tendo feito tudo de forma premeditada. Ele foi preso alguns meses após o crime, na casa de familiares na cidade de Pindaré-Mirim, e teve a prisão em preventiva decretada. Réu não confesso, Marcos França respondeu no julgamento as perguntas formuladas pelo representante do Ministério Público e pelo magistrado. Na sentença, o magistrado manteve a prisão e negou ao réu o direito de recorrer em liberdade.
Os jurados condenaram Marcos Barros França pelo crime de homicídio por motivo torpe, meio cruel e feminicídio. A Lei nº 13.104/2015 alterou o artigo 121 do Código Penal, para prever o feminicídio como circunstância qualificadora do crime de homicídio. Para aplicação da pena, o juiz considerou as circunstâncias judiciais em desfavor do acusado e a qualificadora do feminicídio, que traduz o homicídio contra mulher por razões da condição de gênero feminino, seja no contexto de violência doméstica e familiar ou de menosprezo e discriminação à condição de mulher.
Na sessão, além do magistrado presidente do júri, atuou na acusação o promotor de Justiça Rogernilson Ericeira Chaves. Já na defesa do réu, atuou o advogado Adriano Wagner Araújo Cunha. Familiares e amigos da vítima acompanharam o julgamento.

Michael Mesquita
Assessoria de Comunicação
Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão
asscom_cgj@tjma.jus.br

SÃO DOMINGOS DO AZEITÃO - Município é condenado a implementar projeto educacional para pessoas com deficiência

São Domingos do AzeitãoAtendendo pedido do Ministério Público do Maranhão, a Justiça sentenciou, em junho, o Município de São Domingos do Azeitão a implementar projeto pedagógico para pessoas com deficiência nas escolas municipais.
O requerimnento foi feito pelo promotor de justiça Renato Ighor Viturino Aragão. Proferiu a sentença o juiz Pablo Carvalho Moura.
Anteriormente, a Justiça já havia condenado liminarmente o Município a implementar políticas públicas de educação para pessoas com deficiência nas escolas municipais, atendendo pedido de Ação Civil Pública do MPMA. A Prefeitura recorreu, mas a Promotoria de Justiça de São Domingos do Azeitão contestou as alegações do Município.
CONDENAÇÃO
O Município foi condenado,  no prazo de 180 dias, a criar, desenvolver e implementar projeto pedagógico que institucionalize o atendimento educacional nas escolas municipais para pessoas com deficiência, no ensino regular, com todos os serviços, recursos técnicos e adaptações razoáveis, incluindo qualificação profissional. 
No prazo de 90  dias, foi determinada a disponibilização de um monitor especializado para acompanhamento dos alunos com deficiência das escolas municipais.  
Em caso de descumprimento, foi determinado o pagamento de multa diária de R$ 1 mil, limitada a R$ 500 mil, a ser paga pelo prefeito.
Redação: CCOM-MPMA 

Motociclista perde controle da moto e cai de cima do viaduto em Imperatriz


O motociclista identificado como Nilton Silva do Nascimento, 43 anos, morador do Parque das Estrelas, caiu de cima do viaduto sobre a BR 010 no Entrocamento de Imperatriz por volta das 17h30 minutos desta quinta-feira(18) a moto que pilotava ficou enganchado na alça do viaduto.

A equipe do SAMU, Unidade de Suporte Avançado, socorreu a vitima até o Socorrão Municipal de Imperatriz, o corpo do motociclista caiu no acostamento da pista Central da BR 010, equipe da PRF esteve no local organizando o trânsito.
noticia da foto




Nilton, trabalha na fábrica de sofá Renovar, estava de folga do serviço,  deu entrada conciente, nesse instante esta fazendo uma tomografia, Ainda não se sabe o que teria provocada a queda, informações de parentes aqui no Socorrão Nilton teria ido para Praia do Cacau com a esposa, a mulher veio no moto moto taxi.

O médico do SAMU, Dr. Wanderson, que fez o atendimento no local e até o Socorrão, informou que o paciente respira muito cuidado, ele está se queixando de muita dores, houve fratura so braço esquerdo.

Por volta das 20 hrs o motociclista Nilton, não resistiu e veio a óbito, devido a hemorragia interna.


Governador Flávio Dino discute políticas para o campo com movimentos sociais

Governador Flávio Dino recebeu líderes de diversos movimentos sociais no Palácio dos Leões (Foto: Gilson Teixeira).
O governador Flávio Dino recebeu, na noite de terça-feira (16), líderes de diversos movimentos sociais para discutir políticas públicas para a população que reside no campo. A reunião faz parte da articulação dos grupos em torno da Carta Terra e Território Diversidade e Lutas, que apresenta demandas agrárias e ambientais, lançada em junho deste ano. Este foi o primeiro encontro dos líderes do movimento com um chefe do executivo.
Entre os temas abordados, estão a educação no campo, demarcação de territórios indígenas e quilombolas, ampliação da reforma agrária, discussão de políticas que restrinjam o uso de agrotóxicos, investimentos na agricultura familiar e reforma da Previdência.
“Foi uma ótima audiência. Esses assuntos são de conhecimento do governador Flávio Dino, ele tem noção da nossa pauta. Mas compreendemos que é importante trazer essa discussão para o Maranhão, para que o Governo seja referência na defesa do território e da agricultura familiar”, disse João Paulo Rodrigues, que representa o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).
Para Aristides Santos, da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), o governador Flávio Dino pode auxiliar na articulação em defesa da agricultura familiar com outros governadores. “A liderança dele aqui no Nordeste é muito importante para nós. A união dos governadores da região tratando de pautas de desenvolvimento e abraçando a nossa causa vai nos ajudar e ajudar a sociedade. São temas ‘caros’, não podemos deixar as questões ecológicas e da alimentação do povo fora dessa agenda importante do país”, afirmou.
Segundo Loroana Santana, da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp), as pautas apresentadas durante a reunião são de extrema importância para o estado. “Dialoga com políticas e ações que são legítimas da sociedade. O Governo entra nesse debate justamente fortalecendo essa pauta, verificando o que podemos implementar de ações afirmativas e nesse intuito estamos para colaborar para termos um Maranhão mais produtivo e justo”, defendeu.
O secretário de Agricultura Familiar, Júlio Mendonça, explica que desde o início da gestão o Governo do Maranhão trabalha em parceria com os movimentos sociais. “Em todas as ações da SAF temos os movimentos sociais como referência. A própria criação da secretaria atende a uma demanda dos movimentos. Há um direcionamento forte no sentido de sermos parceiros na execução das políticas públicas”, assegurou.
Ainda de acordo com Júlio Mendonça, o trabalho em conjunto com os movimentos sociais já possui resultados positivos para a população do campo. “Tivemos no Maranhão o fortalecimento de ações de reforma agrária, de comercialização de produtos da agricultura familiar e também das cadeias produtivas”, pontuou.

Porto do Itaqui ganha centro de treinamento

Foi inaugurado nesta quarta, 17, no Porto do Itaqui, o Centro de Treinamento e Desenvolvimento do Trabalhador Portuário, iniciativa do OGMO – Órgão de Gestão de Mão de Obra do Itaqui em parceria com a EMAP – Empresa Maranhense de Administração Portuária, Marinha do Brasil e INCATEP – Instituto de Capacitação Técnica Profissional, especialista em seleção e treinamento de trabalhadores portuários no Brasil, América Latina e África.
Para o presidente do Porto do Itaqui, Ted Lago, apoiar e incentivar a criação do centro de treinamento é uma ação que está alinhada com os novos investimentos e a expansão do porto público do Maranhão. “A qualificação profissional é importante nesse cenário de crescimento que estamos vivendo no Itaqui, além de ser uma ferramenta que vai nos dar uma nova vantagem competitiva: mão-de-obra ainda mais qualificada e bem treinada para operar as cargas com mais eficiência e segurança”, afirmou.
Responsável por fornecer para a comunidade portuária do Itaqui certificação profissional, treinamento e capacitação, João Gilberto Campos, do INCATEP, destaca o ineditismo da parceria com o porto público. “Em nenhum porto do Brasil a Autoridade Portuária se preocupou em promover a capacitação do trabalhador portuário e do trabalhador portuário avulso junto ao OGMO”, disse.
O Centro de Treinamento conta com o que há de mais moderno na América do Sul em simuladores: de celulose, para guindaste de bordo, para ponte rolante; simuladores de linha amarela (pá carregadeira, retroescavadeira, escavadeira hidráulica); simuladores de empilhadeira de pequeno e de grande porte e até de equipamentos que o porto ainda não possui, mas que logo terá. O espaço foi criado para garantir a qualificação do trabalhador portuário e avulso em um ambiente de aprendizagem estruturado para vivências teóricas e práticas.
“A modernização dos portos já é uma realidade, todos os terminais estão sendo automatizados, as operações cada vez mais eficientes e o trabalhador portuário de um modo geral precisa estar preparado para poder acompanhar todas as transformações”, afirma a diretora executiva do OGMO Itaqui, Ana Barbosa.
A cerimônia de entrega do espaço contou com a palestra ‘Revolução 4.0: Tendências e Desafios para o mercado de trabalho’, da diretora da Meta Desenvolvimento Humano, Maria de Jesus Silva, especialista em desenvolvimento de lideranças.

Município de São Luís e comunidades definem ações para áreas de risco durante audiência na Defensoria

 

Moradores de diversas áreas de risco de São Luís e representantes da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e da Coordenação Municipal da Defesa Civil, vinculada à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), definiram uma agenda de obras e serviços para vários pontos de risco catalogados na capital, durante audiência pública realizada na sede da Defensoria Pública do Estado, nesta quarta, 17.
A audiência foi conduzida pelos defensores públicos Cristiane Silva Marques da Fonseca e Marcus Patrício Soares Monteiro, do Núcleo de Moradia e Defesa Fundiária, e contou com a presença do representante da Semosp, Adriano Lôbo, e da superintendente da Defesa Civil Municipal, Elitânia Barros.
Estiveram presentes na audiência moradores dos bairros Coroadinho, Sacavém, Novo Angelim, Bacanga/Porto da Vovó, Vila Bacanga, Vila Sebastião, Sá Viana e Túnel do Sacavém.
Na ocasião, os moradores expuseram os problemas que vêm enfrentando e cobraram ações. Questionados, os representantes do Município informaram sobre a possibilidade de realização de obras de contenção e se comprometerem a realizar limpezas de galerias, visitas para avaliação e estudos de alguns pontos.
O encontro foi acompanhado pelos deputados estaduais Duarte Júnior e Wellington do Curso, que já se comprometeram, anteriormente, em destinar emendas parlamentares para a realização de obras eventualmente necessárias para remediação dos problemas existentes nas áreas de risco, além do vereador Pavão Filho.
Negociação – Essa foi a segunda audiência pública realizada para tratar sobre a retirada de centenas de famílias de áreas de risco da capital. Em junho, a Vara de Interesses Difusos e Coletivos da Comarca da Ilha promoveu um primeiro encontro para tratar sobre o assunto.
Um dos pontos discutidos foi a decisão judicial de 2016 que determinava a inclusão de famílias de áreas de risco no programa “Minha Casa, Minha Vida”. O outro foi a existência de oito pedidos formulados pelo Município para determinar a retirada das famílias desses locais, que não constam de laudos ou relatórios que comprovassem a real necessidade de tal.

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Foi Aprovado por unanimidade no TJ-MA a instalação da Vara de Fazenda Pública na Comarca de Açailândia/MA




 Foi aprovada, por unanimidade, na Sessão Administrativa do Tribunal de Justiça do Estado, no dia 17 de julho de 2019, a instalação da Vara de Fazenda Pública na Comarca de Açailândia/MA, criada pela Lei nº 158/2013.

O requerimento para tal instalação foi subscrito pelo Juiz Diretor do Fórum da Comarca de Açailândia, Pedro Guimarães Junior, com apoio dos demais juízes da Comarca, da AMMA – Associação dos Magistrados do Maranhão, na pessoa do seu presidente Angelo Antonio Alencar dos Santos, e de toda a atual diretoria da OAB – Subseção de Açailândia/MA. A instalação está prevista para ocorrer ainda no segundo semestre de 2019. Referida unidade judicial é uma conquista de toda a comunidade jurídica, a qual trará otimização dos trabalhos, oferecendo a toda comunidade uma prestação jurisdicional mais célere e com mais qualidade

Motociclista morre após colisão com carreta na BR-010

Nas primeiras horas de quinta-feira (18), a Polícia Rodoviária Federal em Porto Franco foi acionada para atender acidente com óbito, por volta das 05h45, no Km 178 da BR 010, no município de Campestre do Maranhão.
O condutor de uma motocicleta que seguia de Imperatriz para Porto Franco colidiu na lateral de uma carreta carregada com toras de eucalipto que adentrava a BR-010.
Com o forte impacto, o homem identificado como Edmilson de Carvalho Marinho, 51 anos, não habilitado, veio a óbito no local. A PRF confeccionará o Boletim de Acidente de Trânsito que ficará à disposição dos familiares para as medidas cabíveis.
Essa é a primeira morte registrada na Operação Férias 2019, 1° de julho a 04 de agosto, nas rodovias federais da Região Tocantina.

PRF
inoticia ma

IMPERATRIZ - MPMA recomenda e Município ajusta cotas para pessoas com deficiência

mini mini Imperatriz
O Ministério Público do Maranhão expediu Recomendação, no dia 5 de julho, orientando o Município de Imperatriz a ajustar a porcentagem de vagas destinadas a pessoas com deficiência em seletivo realizado pelo Executivo municipal.
O documento foi elaborado pela 4ª Promotoria de Justiça do Idoso e da Pessoa com Deficiência de Imperatriz. O motivo foi a manutenção pelo Município do percentual de 5% destinado a este público, apesar de a porcentagem de no mínimo 10% das vagas já estar disciplinada em lei.
O autor da Recomendação, titular da Promotoria de Idoso e da Pessoa com Deficiência, Joaquim Ribeiro de Souza Júnior, explica que o caso teve início quando o prefeito Assis Ramos vetou o projeto de lei de autoria do Poder Legislativo, em maio deste ano, que garantia no mínimo 10% de reserva das vagas em concursos e seletivos realizados no município a pessoas com deficiência.
No entanto, a Câmara derrubou o veto e aprovou a Lei Ordinária Municipal nº1.773/2019, fixando o percentual de no mínimo 10% e no máximo de 20% das vagas a pessoas com deficiências em todos os concursos e seletivos realizados pelo ente municipal.
O Município ainda ingressou com Ação Direta de Inconstitucionalidade no Tribunal de Justiça, requerendo a suspensão da lei. Entretanto, o pedido foi indeferido.
O promotor de justiça Joaquim Júnior explica que a inconstitucionalidade neste caso não se aplica, porque o Legislativo não legislou para criar cargos ou critérios específicos do concurso, atribuição específica do chefe do Executivo. O membro do Ministério Público ressalta que foi estabelecido o limite de um critério que já existe, inclusive amparado em legislação federal.
“A Câmara não podia, por exemplo, criar cargos ou extingui-los, já que esta é uma atribuição exclusiva do chefe do Poder Executivo. Os vereadores também não podem criar critérios de admissão, como exigir carteiras de motoristas para que os candidatos estejam habilitados a serem servidores públicos. Mas a Câmara pode legislar sobre a porcentagem de vagas destinadas a públicos específicos e amparados por lei, como as pessoas com deficiência”, exemplificou o promotor de justiça.
ATENDIMENTO
Em resposta à Recomendação do Ministério Público, o secretário municipal de Educação, Josenildo José Ferreira, enviou ofício à 4ª Promotoria de Justiça em Defesa do Idoso e da Pessoa com Deficiência no dia 10 de julho, afirmando que os editais 7, 8 e 9/2019 dos seletivos realizados pelo Município foram alterados para garantir a reserva de 10% das vagas para pessoas com deficiência, em conformidade com a Lei nº1.773/2019.
Os seletivos foram realizados para contratação em caráter emergencial de professores para atuar nos anos finais do ensino fundamental na zona rural, atendimento educacional especializado em caráter temporário, em salas de recursos, na educação inclusiva da rede pública municipal, tanto na zona rural quanto na zona urbana.
A seleção foi realizada por meio de prova de títulos no início deste mês e o prazo de validade do processo é de cinco meses. As vagas eram destinadas ao cargo de professor de matemática, língua inglesa, ledor/transcritor de braile, intérprete de libras, instrutor de libras e professor de atendimento educacional especializado.
A Recomendação orienta que outros concursos e seletivos atendam aos requisitos da nova lei municipal
Redação: Iane Carolina (CCOM MPMA)

Loja Magazine luiza é assalta na noite desta quarta-feira em Açailândia

Na noite desta quarta-feira 17, a loja da Magazine Luiza foi assaltada, os bandidos aproveitaram o horário do final de expediente para renderam os funcionários.
Segundo a policia militar, cerca de três homens adentraram o estabelecimento armados e renderam os funcionários da loja trancaram eles em uma sala enquanto praticavam o assalto.
A policia foi acionada e teve que arrombar a porta para poder ter acesso a parte externa da loja e liberar os funcionários que estavam trancados, ainda segundo a policia, não houve reféns, também não houve trocas de tiros. 
Em conversa com o Coronel Diniz, do 26º BPM de Açailândia, nos disse que "possivelmente os bandidos não sejam daqui", disse o Coronel. 
A policia continua com o trabalho de captura dos suspeitos.
Blog do Carlos Cristiano 

quarta-feira, 17 de julho de 2019

TAC determina regras a serem cumpridas na 23ª Cavalgada e abertura da 10ª Expoaçailândia 2019








 


Tradicional cavalgada está marcada para acontecer no dia 03 de agosto em Açailândia. Descumprimento das normas acarretará em multa de R$ 5 mil por infração.

Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi firmado pelo Ministério Público, pela SEMMA – Secretaria Municipal de Meio Ambiente e pelo SINPRA – Sindicato dos Produtores Rurais de Açailândia para definir as regras a serem cumpridas na 23ª Cavalgada de abertura da 10ª Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial de Açailândia – EXPOAÇAILÂNDIA 2019.
O TAC estabelece os parâmetros de segurança das pessoas que participarão da cavalgada ou daqueles que estiverem assistindo. Não será permitido o uso de caminhões, carros ou motocicletas durante a cavalgada, visando estabelecer normas e responsabilidades para garantir a segurança e ordenamento durante o evento, previsto para ocorrer no período de 03 a 11 de agosto, no Município de Açailândia.
O documento define as obrigações dos participantes do evento:
  • Ficam cientes que não será permitida a utilização de equipamentos e instrumentos que possam resultar em ferimentos aos animais, tais como esporas, arreador ou piola, chicotes ou qualquer objeto que venha a ser usado para agredir o animal, bem como usar relhos, açoites, ou ainda quaisquer dispositivos que possam acarretar violência ou sofrimento aos animais;
  • Ficam cientes que não será permitido golpear, ferir ou mutilar, voluntariamente, qualquer órgão ou tecido do animal;
  • Ficam cientes que não será permitido abandonar o animal em qualquer local, ferido, enfraquecido, extenuado ou mutilado, bem como deixar de ministrar-lhe tudo o que humanitariamente se lhe possa prover antes, durante e depois da cavalgada;
  • Ficam cientes que não será permitida carga em excesso, ou seja, transportar durante o trajeto, alimentos e bebidas em quantidades tais, em charretes e/ou carroças, que demande demasiado esforço dos animais, e/ou montaria de mais de uma pessoa por animal, com exceção menores de 12 anos;
  • Ficam cientes que não será permitido atrelar os animais a veículos sem os apetrechos indispensáveis, como sejam, balancins, ganchos e lanças ou com arreios incompletos, incômodos ou em mau estado, ou com acréscimo de acessórios que os molestem ou lhes perturbem o funcionamento do organismo;
  • Ficam cientes que não será permitido utilizar animal cego, ferido, enfermo, enfraquecido, extenuado, ou sem a devida comprovação de estado de sanidade na forma da lei;
  • Ficam cientes que não será permitido açoitar, golpear, ou castigar por qualquer forma, animal caído sob veículo ou com ele, devendo o condutor desprendê-lo do tiro para levantar-se;
  • Ficam cientes que não será permitido prender animais atrás de veículos ou atados às caudas de outros;
  • Não será permitido atrelar animais a carroças ou charretes sem os apetrechos indispensáveis ou com excesso daqueles dispensáveis. Carroças e charretes precisam de autorização prévia e formal da SEMMA;
  • Ficam cientes que será expressamente proibida a montaria dos cavalos por crianças se os seus pais ou responsável legal não estiverem participando da cavalgada, regularmente escrito no evento;
  • Ficam cientes que só será permitido a participação de ovinos ou bubalinos no evento, após a Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária, apresentar relatório/laudo (com antecedência máxima de 15 dias do evento), atestando que esses animais estão aptos a participarem do evento sem danos para os mesmos;
  • Ficam cientes sobre a vedação de uso de garrafas de vidrovedação do uso de equipamentos sonoros de alta potência e propagação, e cabe ao Município a obrigação de recolhimento dos materiais pets após o evento;
  • Ficam cientes da realização de ampla fiscalização pelos agentes ambientais da SEMMA, na concentração e percurso da Cavalgada, concernentes a Ala destinada aos animais, atividade que também será realizada pelo Ministério Público do Estadual do Maranhão, por meio desta 3ª Promotoria de Justiça Especializada, e demais órgãos públicos competentes, ou entidades, devidamente credenciadas, podendo os infratores serem autuados, conduzidos ou detidos;
  • Ficam cientes que demais obrigações concernentes ao cumprimento da Resolução nº 001, de 19 de junho de 2018, devidamente válidas e que deverão ser atendidas.
O não cumprimento das normas definidas no TAC acarretará em multa de R$ 5 mil para cada caso isolado, sem anular as demais sanções penais, civis e administrativas.

A cavalgada deverá começar às 9h00h do dia 03 de agosto.

Carreta tomba e carga de cerveja é saqueada na BR-316

FOTO: Divulgação PRF

O condutor da carreta foi encaminhado para a UPA de Caxias com lesões leves.

Por volta das 07h40, da manhã de terça-feira (16), no km 587,8 da BR-316, entre Caxias e Timon, ocorreu um acidente tipo tombamento envolvendo um caminhão, atrelado a dois semi-reboques, carregados com bebidas tipo cerveja. Com a ocorrência, um condutor, que não teve o nome divulgado, ficou ferido.
De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal,a combinação de veículos ficou atravessada na rodovia deixando o trânsito bastante lento no local durante todo o dia. O fluxo normal de veículos só foi restabelecido por volta das 18h00 após a limpeza do local e retirada da carreta.
Parte da carga foi saqueada por moradores e condutores de veículo que passavam pelo local. O saque foi interrompido após a chegada da PRF.
O condutor da carreta foi encaminhado para a UPA de Caxias com lesões leves.
http://www.ma10.com.br

AÇAILÂNDIA - Prefeitura inicia trabalho de recuperação das estradas vicinais na Zona Rural

A Secretaria de Infraestrutura, em parceria com os assentados e a Suzano, deu início aos serviços de recuperação das estradas vicinais do 50 BIS – Agrovila Sudelândia, melhorando a acessibilidade às comunidades rurais.
Os trabalhos tiveram início esta semana na estrada que dá acesso a agrovila Sudelândia e localidades vizinhas. Essa semana, os serviços seguem na estrada que interliga o município e será continuado até recuperar toda as principais estradas vicinais.
Segundo o secretário de Infraestrutura, Divaldo Farias, a ação objetiva a melhoria no deslocamento de pessoas da zona rural à sede. “Os serviços de recuperação das estradas vicinais é uma das prioridades do governo municipal, no qual é feito, após o período chuvoso. Os trabalhos de manutenção e recuperação desses trechos mais críticos, são importantes para garantir o desenvolvimento rural e econômico da cidade”, disse.

Da Assessoria