segunda-feira, 21 de setembro de 2020

FINAL DE SEMANA - Quatro pessoas morrem em dois acidentes na BR 010

 

Todas as vítimas eram ocupantes de motocicletas

1° acidente

Ocorreu por volta das 02h30 do domingo (20), no km 169,4 da BR 010, em Campestre do Maranhão/MA.

Colisão frontal entre uma Honda/Biz de cor preta e um automóvel HB20 de cor branca resultou na morte do jovem MATHEUS ALVES SOARES (condutor da motocicleta), 19 anos, nascido em 28/09/2000, e deixou os dois ocupantes do HB 20 gravemente feridos.

O HB 20 teria invadido a contramão de direção, por motivo ainda não esclarecido, e colidiu frontal com a Biz, vindo em seguida a sair de pista e descer uma ribanceira. Os ocupantes do HB 20 foram socorridos pelo SAMU e levados para o Hospital Municipal de Imperatriz.

2° acidente

Por volta das 05h40, durante atendimento ao primeiro acidente, poucos metros à frente, no Km 170 da BR 010, os policiais avistaram, transitando no sentido decrescente (Campestre do Maranhão / Porto Franco), uma motocicleta Honda/CG 150 preta, seguida por um veículo GM/Ônix prata.

A motocicleta estava na ocasião transportando três pessoas e, ao avistar a viatura PRF e o veículo envolvido no primeiro acidente, realizou uma frenagem brusca, reduzindo drasticamente a velocidade.

Nesse momento, o veículo GM/Ônix colidiu fortemente com a traseira da motocicleta, derrubando todos os três ocupantes, que vieram a óbito no local, e arrastou a Honda/CG por aproximadamente 120 (cento e vinte) metros.

Identificação dos mortos:

Aneilton Bandeira Lima, 24 anos, nascido em 21/04/1996;

Vinícius Gomes Marinho, 22 anos, nascido em 29/11/1997;

Camila do Vale Silva, 22 anos, nascida em 22/09/1997.


Embriaguez ao volante

Os PRF's, ao presenciarem os fatos ocorridos do segundo acidente, a poucos metros de distância, deslocaram imediatamente para o local, tendo constatado sinais característicos de embriaguez alcoólica no condutor do automóvel, um homem de 30 anos, como odor etílico, olhos vermelhos, fala arrastada, entre outros. Tal fato foi confirmado pelo teste de etilômetro, que acusou a concentração de álcool de 0.49 mg por litro de ar alveolar expelido pelos pulmões.

Diante dos fatos, foram acionados o Instituto de Criminalística e o Instituto Médico Legal de Imperatriz, tendo sido realizada perícia em local de acidente bem como a remoção dos corpos para o IML do município de Imperatriz/MA.

Finalizado o atendimento no local, a equipe deu voz de prisão ao condutor do GM/Ônix, que foi encaminhado para apresentação na Delegacia de Polícia Civil em Estreito/MA. Enquadramentos: homicídio, embriaguez ao volante.

 

 

 inoticia ma

 

Fonte: PRF

De como a “Velha Política” tenta desconstruir uma imagem de profunda CREDIBILIDADE

 

Dr. Roberto apresenta à população sua ficha de filiação devidamente assinada por ele e pelo presidente do diretório municipal do PSD de Açailândia e abonada pelo presidente regional do partido, Deputado Federal Edilázio, em 12 de março de 2020.
Dr. Roberto da Climed é apresentado ao mundo político de forma surpreendente e, como isso agradou a grande maioria dos eleitores de Açailândia e desagradou grupos políticos que buscam se alçar ao poder com o discurso do novo. Mas que novo é esse?

Nos últimos anos temos ouvido e visto de forma bem presente no dia-a-dia a termologia "nova política", daí surge de tempos em tempos principalmente em véspera de pré-campanha eleitoral. Portanto, o verdadeiro significado pode estar camuflado, ou seja, atrás de alguns interesses por parte dos prováveis e pretensos candidatos ou candidatas que usam como slogan "renovação" e "pela renovação" e até "por um sangue novo na política", enfim são vários motes de campanhas utilizados no momento da caça ao voto, bem como o posicionamento para torná-lo conhecido politicamente.

Em Açailândia, bastou uma tomada de decisão diferente, quebrando paradigmas arraigados ao longo dos anos na política de Açailândia, para que a “Velha Política” travestida do “Novo” reagir e buscar denegrir e macular uma imagem construída na base familiar e firmado na honestidade.

Quando todos aguardavam o anúncio de um nome com expressão política para compor a chapa do partido Republicanos como vice, quem tem como candidato Aluísio Sousa, eis que surge o nome de um médico, administrador e empresário bem sucedido, Dr. Roberto da Climed.

Isso agradou de forma avassaladora uma enorme parte da sociedade açailandense carente de novas e verdadeiras políticas públicas, não tão somente de novos políticos ou políticos jovens que quando chegam ao poder se esquecem do prometido e seguem as mesmas práticas.

Por outro lado, isso incomodou grupos políticos que imediatamente criaram uma indústria de Fofocas e Fake News, em busca de desconstruir a imagem, não só do Dr. Roberto da Climed, mas de toda a sua família, que possui uma conduta ilibada, de muita seriedade e honestidade – família que construiu um patrimônio em Açailândia a troco de muito suor.

Mas como diz o dito popular que mentiras tem pernas curtas e a verdade sempre se sobressai, vale a pena aguardar o julgamento da sociedade, principalmente contra aqueles que plantaram essa semente maldosa e caluniosa.

A amigos Dr. Roberto disse ter a consciência limpa, pois em nenhum momento tentou enganar o povo de Açailândia, e, que recebeu em sua residência os dirigentes do PSD, no dia 12 de março deste ano, e que assinou sua ficha de filiação partidária, sendo abonada pelo presidente regional do partido, deputado federal Edilázio – “fiz a minha parte e não cabe a mim provar isso, cabe aos dirigentes do partido apresentar a minha ficha de filiação junto a Justiça Eleitoral, mostrar que sou filiado, e, que estou apto a me doar pra cidade que escolhi pra viver, Eu e minha família”, disse.

“A minha vida toda foi pautada na seriedade e tenho comigo a bandeira da honestidade e o respeito a família – e, como todos sabem nunca mexi com política, mas resolvi acreditar nesse projeto de uma nova política, não simplesmente como slogan de candidatos, mas uma verdadeira forma de fazer política, de maneira que atenda de verdade os anseios da população, principalmente a mais carente”, disse Dr. Roberto.

A NOVA POLÍTICA E O ELEITOR

Momento em que Dr. Roberto da Climed (PSD), acompanhado da sua esposa é anunciado como candidato a vice-prefeito na chapa de Aluísio Sousa (Republicanos).
Algumas características podem ser classificadas como fundamentais para o eleitor e todo cidadão que deseja o melhor para a sua cidade. Como a honestidade, transparência e a simplicidade pois, independe do grau de instrução para que essas características sejam afloradas.

Essas são algumas das características que tornar-se claro que o agente político carece possuir, e não se fantasiar, mas que visem o bem comum, a defesa dos valores familiares, bem estar social e luta pela coletividade.

Pressupõe-se portanto, que o novo político deve ter a simplicidade de um vendedor, agregar valor ao cliente, disposto a ouvir e acatar sugestões e atender às suas necessidades quando é solicitado, não somente em período de campanha eleitoral.

Várias pesquisas já foram feitas, o que demonstram que o desejo do eleitor é simples, muito simples: quer votar em quem sabe o que fazer e faz o certo!

Resumindo: a nova política pressupõe um candidato honesto, que cumpra o prometido, que tenha capacidade (sabe o que precisa ser feito), tenha transparência nas suas ações e que não se corrompa, principalmente já na pré-campanha quando muitos se apresentam como o salvador da pátria e a solução para todos os problemas.

É sabido que as necessidades de uma cidade e/ou bairro são presentes no dia a dia do cidadão, a falta de implementação de políticas públicas nos variados segmentos como cultura, educação, saúde, segurança e social, que são urgentes para o bem estar social.

É importante não ser genérico aos temas que movem uma sociedade, os candidatos a vereadores e prefeitos carecem conhecer qual o verdadeiro papel de ambos, o que é responsabilidade do legislador e do executor.

Infelizmente temos visto uma falta de preparo muito grande aos pretensos, embaralhando a si próprio e até ao eleitor que em alguns casos não observam de quem é o papel.

É muito importante que o agente político saiba as responsabilidades, dos poderes legislativo, executivo e judiciário, pois, são independentes e possuem características e funções totalmente diferentes, mesmo sendo interligados e pela necessidade de dialogarem, importante sempre visando o bem comum do cidadão e cidadãs em conformidade com a Constituição Federal de 1988 que é a carta magna de nosso país.

Simples assim!

 

 

 

Por Wilton Lima 

NOME DOS GANHADORES DO PORTAL AÇAI SORTEIO 20/09/2020

 


sexta-feira, 18 de setembro de 2020

TUFILÂNDIA - Município tem 45 dias para reformar escola

 

Marca MPMAA pedido do Ministério Público do Maranhão, a Justiça deferiu, em junho, medida liminar, determinando que o Município de Tufilândia conclua a reforma, no prazo de 45 dias, da Escola Nova Tufilândia. O objetivo é viabilizar a adequada prestação do serviço de educação pública, com obediência às normas de qualidade, saúde e segurança.

Durante o período de reforma, a Prefeitura deve realocar provisoriamente, se necessário, os estudantes da Escola Nova Tufilândia para um prédio com estrutura básica adequada, com cadeiras escolares, banheiros, ventilação, acesso à água mineral e merenda escolar.

Apesar de ter sido assinada em junho, a comunicação da decisão só foi encaminhada nesta semana às instituições envolvidas. Sendo assim, o prazo para a conclusão da obra passa a ser contado a partir deste período.

Em caso de desobediência, foi estipulado o pagamento de multa no valor de R$ 5 mil por dia de atraso até o limite de R$ 50 mil.

Formulou a Ação Civil Pública o promotor de justiça Cláudio Borges dos Santos, da Comarca de Pindaré-Mirim da qual Tufilândia é termo judiciário. Assinou a decisão o juiz Thadeu de Melo Alves.

Com a obra, a Prefeitura deve sanar as irregularidades apontadas no laudo ministerial de vistoria, podendo o prazo ser estendido em razão da pandemia da Covid-19. No entanto, em nenhuma hipótese poderá se alongar além do marco de retorno do presente ano.

VISTORIA

Em 22 de fevereiro de 2019, a Ouvidoria do Ministério Público do Maranhão recebeu reclamação quanto à situação escolar do município de Tufilândia. Conforme exposto, as escolas dos povoados estavam sem local adequado para as aulas. Por sua vez, a Escola Nova Tufilândia encontrava-se em obras para reforma, com início em 17 de setembro de 2018 e término previsto para 17 de janeiro de 2019. Contudo, à época, ainda não tinha sido concluída.

O MPMA, com o objetivo de apurar as irregularidades na reforma da Escola Municipal Nova Tufilândia, oficiou o prefeito, a Procuradora do Município e o secretário de Educação, requisitando informações e cópia do procedimento licitatório relativo à reforma em questão.

Em resposta, a Procuradoria-Geral de Tufilândia informou que as aulas do ano letivo já tinham se iniciado e encerrariam em 17 de dezembro de 2019. Sobre a Escola Nova Tufilândia, o Município afirmou que as obras estavam em andamento e prestes a serem concluídas. No entanto, a Promotoria de Justiça efetuou em 27 de maio de 2019 uma vistoria na Escola Nova Tufilândia, quando constatou que a reforma da unidade tinha sofrido várias paralisações e se arrastava em ritmo lento há mais de seis meses. Verificou também que os alunos estavam desde o início do ano letivo estudando de forma improvisada no prédio onde funcionava o Cras (Centro de Referência de Assistência Social) de Tufilândia.

Na ação, o promotor de justiça Cláudio Borges ressaltou que a Constituição Federal e as leis apregoam a doutrina da proteção integral, contudo, o Município de Tufilândia, com sua conduta omissiva e neutra, viola o direito social à educação, o que caracteriza lesão a interesses difusos. “O descaso da administração municipal com os estudantes da escola Nova Tufilândia resta evidenciado, não somente por declarações de testemunhas, como também em razão de vistoria na escola, inclusive com registro de imagens”, completou.

Redação: Eduardo Júlio (CCOM-MPMA)

Cinco criminosos morrem em confronto com a polícia no interior do Maranhão

 



Cinco suspeitos morreram em confronto com a polícia na madrugada desta quinta-feira (17) em Icatu, a 115 quilômetros da capital maranhense. Quatro criminosos seguem foragidos. O tenente-coronel Franklin, comandante do 27° BPM, de Rosário, comandou a ação

De acordo com informações da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), a operação montada nas últimas 24 horas tinha como objetivo combater o tráfico de drogas, já que eles teriam envolvimento em crimes como tráfico de drogas, roubos e homicídios na região.


Segundo as primeiras informações policiais, os membros da associação criminosa faziam a travessia de barco para a cidade de São José de Ribamar para movimentar o tráfico de drogas na região metropolitana de São Luís. Após a ação, eles partiam da cidade.

De acordo com o oficial, os faccionados receberam os policiais a tiros. Houve o revide e cinco marginais tombaram mortalmente, um se rendeu. A ação policial desta quinta-feira contou com o apoio do Grupo de Serviço Avançado da Polícia Militar do Maranhão e Força Tática.

neto weba

Dr. Roberto será o vice do prefeito Aluisio Sousa na disputa da prefeitura de Açailândia

 

Foi oficializada a candidatura a reeleição do prefeito Aluísio Silva Sousa - REPUBLICANOS, do seu candidato a vice Dr. Roberto - PSD e dos candidatos a vereadores pelos partidos PSDB, REPUBLICANOS, PSD, PT e PL que compõe a coligação juntos.

Em convenção realizada na noite desta quarta-feira 16, na quadra da SEDEL, marcada pela emoção, assim foi a Convenção do partido Republicanos que oficializou a candidatura do prefeito Aluisio Silva Sousa a reeleição nas eleições desse ano em Açailândia. 

A convenção também foi marcada pelo respeito, sem agredir ninguém, aliás, esta é uma das características do prefeito Aluisio.  

Aluísio Sousa terá como candidato a vice o médico Dr. Roberto do PSD, médico e empresário conceituado em Açailândia. 

Durante sua fala, Aluísio Sousa destacou importantes serviços no município como os desenvolvidos no combate a proliferação do Coronavírus em Açailândia, entre outros.


A quadra da SEDEL ficou lotada de tanta gente que foi prestigiar o evento que consagrou os nomes de Aluisio Sousa e Dr. Roberto na disputa rumo a prefeitura de Açailândia. 

Com mais de 40 anos de vida pública, Aluísio foi vereador por 5 mandatos consecutivos e vice-prefeito por uma vez, assumindo a prefeitura de Açailândia a pouco mais de um ano atrás, Aluísio tem feitos relevantes serviços a frente do executivo municipal, o que é notório pela população.

Por Carlos Cristiano

domingo, 13 de setembro de 2020

Convenção homologa nomes de Lúcio Flavio e Jamel para prefeito e vice na disputa pela prefeitura de Itinga do Maranhão.

 


A convenção do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) homologou o nome do Prefeito Lúcio Flávio para a reeleição pela prefeitura de Itinga (MA), O evento foi realizado na palhoça LAMINIT na noite deste sábado 12 de setembro/2020.

Obedecendo as normas de segurança sanitária e com distanciamento social, a frente formada pelos partidos PSDB, PSD, Republicanos, Progressistas e PTB, anunciaram o apoio à reeleição do prefeito Lúcio Flávio (PSDB), que vai disputar o seu segundo mandato. Os cinco partidos também anunciaram os nomes dos seus candidatos a vereadores para a Câmara Municipal e o nome do Agrônomo e ex-vice prefeito e ex-candidato a prefeito Jamel Georges Daher.

Na solenidade, o prefeito Lúcio Flávio defendeu uma grande mobilização dos cinco partidos que o apoiam numa campanha histórica e que deve contar com a participação de cada um dos candidatos à Câmara Municipal visando criar uma bancada forte no apoio ao governo municipal. Lúcio também defendeu a continuidade das parcerias entre o município e as lideranças políticas para superação da crise provocada pelo covid-19, que gerou desemprego e redução nas receitas municipais.

Como político experimentado, o candidato à reeleição destacou a importância de uma campanha propositiva visando consolidar das realizações do seu governo e a implementação de ações em setores que sempre considerou prioritários como a saúde, educação, Ação Social, geração de emprego e renda e a promoção do desenvolvimento econômico , o que precisa da união de todos num momento delicado em que vive o nosso País.

Em seu discurso, o agora candidato à reeleição de prefeito homologado pelo PSDB, Lúcio Flávio, falou sobre a homologação do nome de Jamel. “Feliz em ter o Jamel conosco. É um projeto não só de uma pessoa e sim de um grupo em prol da população. São várias experiências unidas que se convergem para um propósito maior para Itinga do Maranhão”.








quarta-feira, 9 de setembro de 2020

CÂNDIDO MENDES - MPMA pede afastamento do prefeito e indisponibilidade de bens

 

WhatsApp Image 2020 08 19 at 15.08.52

Documentos da Prefeitura foram encontrados em casa alugada, durante operação

Devido a irregularidades constatadas em licitação e contratos para reforma de escolas municipais, o Ministério Público do Maranhão ingressou, em 31 de agosto, com Ação por ato de improbidade contra o prefeito José Ribamar Leite de Araújo, mais conhecido como Mazinho Leite, a advogada Edna Maria Cunha Andrade, o servidor municipal Cleberson Sousa de Jesus, a empresa Construtora Akrus LTDA e o empresário Reginaldo Gomes Melonio. As ilegalidades constatadas na licitação e nos contratos envolveram o valor de R$ 1.427.787,82.

Como medida cautelar, o MPMA solicitou à Justiça a decretação da indisponibilidade dos bens do prefeito e dos demais envolvidos, no valor de R$ 1.427.787,82, para reparar, de forma solidária, o dano e garantir a execução da multa de até 100 vezes o valor da remuneração recebida pelo agente público, em caso de condenação.

Também foi solicitado o afastamento de José Ribamar Leite de Araújo do cargo de prefeito de Cândido Mendes, pelo prazo de 180 dias ou outro que a Justiça decidir. Em caso de descumprimento foi sugerido o pagamento de multa diária no valor de R$ 5 mil.

Foi requerida ainda a condenação dos citados à devolução aos cofres públicos do valor referente ao prejuízo causado ao erário municipal pela fraude aos procedimentos licitatórios, cujo valor deve ser corrigido e acrescido dos juros legais, além de multa, conforme preconiza a Lei nº 8429/92 (Lei de Improbidade Administrativa).

Caso a Justiça entenda aplicável, o MPMA requereu a aplicação de todas as penalidades dispostas no artigo 12 da Lei 8.429/92. Assinou a manifestação ministerial o promotor de justiça Fábio Santos de Oliveira.

REFORMAS

Devido às más condições dos prédios da rede pública municipal, em reunião com representantes da Prefeitura, realizada no dia 18 de maio de 2017,o MPMA  firmou o Termo de Ajustamento de Conduta Nº 004/2017, no qual o Município se comprometeu a adequar a estrutura física de todas as 54 escolas municipais da zona urbana e rural de Cândido Mendes.

Ao acompanhar o cumprimento do TAC, a Promotoria apurou que, para a realização das reformas acordadas, o Município promoveu licitação na modalidade tomada de preços, na qual a Construtora Akrus LTDA, cujo responsável é Reginaldo Gomes Melonio, foi a vencedora.

A empresa firmou dois contratos com a Prefeitura, o de nº 068/2017, no valor de R$ 658.893,91 e o contrato nº 069/2017, no valor total de R$ 768.893,91. Os documentos foram assinados em abril de 2017, mas publicados somente em julho de 2018 no Diário Oficial do Maranhão.

Ao realizar uma consulta ao Infoseg, o promotor de justiça percebeu também que a Construtora Akrus LTDA apesar de, teoricamente, ter iniciado suas atividades em 2007, e de ter vencido a licitação no valor aproximado de R$ 1,5 milhão, a empresa não possuía em seu quadro nenhum empregado nem qualquer veículo, sendo de pequeno porte. Também não há registro de existir algum bem em nome da empresa.

Além disso, a construtora é registrada com uma atividade principal, mas contém várias outras secundárias. “Dessa forma, resta evidente que esta empresa foi registrada apenas para poder competir em licitações municipais nas infinitas áreas constantes em seu registro de atividades”, afirmou o promotor, na ação.

Ao visitar as obras in loco, foi verificado também, por meio de relatos de operários, que a verdadeira responsável pelas reformas era a advogada Edna Maria Cunha Andrade, encarregada de realizar pagamentos, de vistoriar o local e de dialogar com os trabalhadores.

“Mesmo não sendo detentora de cargo eletivo ou ocupante de função compatível com as prerrogativas que lhe são delegadas, a advogada exercia, na época dos contratos, forte ingerência na administração municipal, interferindo em questões relativas a orçamento, finanças, gestão de pessoas, e contratações de serviços terceirizados, vindo até a representar ativamente os interesses da prefeitura”, explicou Fábio Santos de Oliveira.

Igualmente foi descoberto que Cleberson Sousa de Jesus, servidor comissionado da Prefeitura, era um dos responsáveis pela execução da obra de reforma das escolas, passando-se por representante da Construtora Akros.

Ficou demonstrado que ele também realizava as compras de materiais para as obras, bem como contratava os funcionários. Os pedreiros apontaram Cleberson de Jesus como o responsável por entregar, a mando de Edna Andrade, pagamentos em dinheiro pelos trabalhos executados. Inclusive, na residência de Cleberson, foram localizados inúmeros documentos pertencentes à empresa.

“No caso dos autos, restou evidente que a contratação da Construtora Akrus foi uma manobra do gestor municipal para simular uma aparência de legalidade a uma operação de desvio de recursos públicos, concretizada por meio dos contratos de nº 069/2017 e 068/2017”m disse o promotor de justiça.

O representante do MPMA também ressaltou que a empresa nunca esteve à frente das reformas contratadas, visto que Edna Maria Cunha Andrade, Cleberson e o prefeito eram as pessoas que de fato tratavam de todos os assuntos relacionados à obra, desde a contração dos trabalhadores até a entrega dos materiais. Os empregados nunca tiveram nenhum contato com nenhum representante legal da empresa.

SUPERFATURAMENTO

Também foi atestado que houve superfaturamento das obras, porque, conforme consta nos depoimentos prestados por trabalhadores, o montante total do valor acertado para o pagamento dos pedreiros da reforma das escolas foi de R$ 83mil, e os materiais utilizados teriam custado em torno de R$ 200 mil. “Dessa forma, o prefeito desviou aproximadamente R$ 1,2 milhão, já que efetivamente gastou R$ 280 mil.

Além disso, os materiais utilizados na obra eram comprados diretamente de uma loja de materiais de construção do próprio município, com autorização de Cleberson Jesus, Edna Andrade e o prefeito. E muitas vezes eram trazidos materiais de São Luís, por intermédio da advogada Edna Maria.

“Diante de todo o arcabouço probatório, não restam dúvidas de que José Ribamar Leite de Araújo, em concurso com os demais, cometeu ato de improbidade administrativa, que causou o enriquecimento ilícito dos réus, dano ao erário, e atentou contra os princípios fundamentais da administração pública, principalmente os da impessoalidade, moralidade, legalidade, economicidade, eficiência e transparência”.

ESCOLAS

Nas reformas das escolas, Unidade Escolar Lêda Tajra e Unidade Escolar Iracy Teixeira, do Povoado Cajual, foram encontradas diversas irregularidades que exemplificam a fraude. Para a primeira, por exemplo, foram previstos R$ 55.272,52 para reposição de 874,14 m² de madeira. Apesar de destinar esse valor apenas para a troca das peças, foi constatada, durante uma inspeção, a existência de alguns caibros em deterioração, demonstrando que as madeiras não foram integralmente trocadas.

Além disso, a sala onde deveria estar em funcionamento o refeitório, estava sendo usada como depósito de livros didáticos, acondicionados no chão. Foi relatado, ainda, pela coordenadora do colégio que as crianças costumam comer em pé ou sentadas no chão, porque o refeitório estava sendo utilizado com desvio de finalidade.

Quanto à Escola Iracy Teixeira, cuja obra foi licitada em R$ 467.318,98 em inspeção realizada no final de 2017, alguns trabalhadores relataram desconhecer a construtora Akrus. Eles afirmaram que foram contratados por Edna Maria Cunha Andrade e José Ribamar Leite de Araújo. Disseram, ainda, que os pagamentos eram frequentemente pagos com atraso, razão pela qual abandonaram a obra sem acabar o serviço.

“Como se pode observar dos depoimentos e demais documentos mencionados, a empresa que venceu a licitação, Construtora Akrus, foi utilizada pelo prefeito José Ribamar Leite de Araújo e por sua assessora jurídica Edna Maria Cunha Andrade apenas para intermediar o desvio de recursos das contas públicas do Município de Cândido Mendes”, declarou o promotor de justiça.

Redação: Eduardo Júlio (CCOM-MPMA)

Corpo é encontrado às margens da BR-222 em Bom Jesus das Selvas

 










Paulo Henrique Lima Cordeiro foi encontrado morto na manhã da última terça-feira (08), às margens da BR-222, no povoado Nova Vida em Bom Jesus das Selvas – MA.

Informações inicias são de que, o rapaz teria perdido o controla da motocicleta modelo pop, de cor branca, e caído fora da pista ainda na  segunda-feira (07), morrendo no local e sendo encontrado somente na manhã de terça.

Com base nas roupas usadas pelo jovem, o mesmo estando apenas de short e sem camisa, indicam que o mesmo voltava de algum banho tradicional da região usado como forma de comemorar o 7 e setembro.

 

Por Francisco Vale

quarta-feira, 2 de setembro de 2020

141.655 maranhenses já se recuperaram da Covid-19 desde o início da pandemia, aponta SES

 



Ao todo, 141.655 maranhenses se recuperaram do novo coronavírus no Maranhão, segundo dados desta terça-feira (1º) divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Nas últimas 24 horas, foram registradas 1.127 novas altas médicas no estado.

Nesta terça (1º), o estado também chegou a 152.681 casos e 3.457 mortes pelo novo coronavírus. As novas mortes pela doença foram confirmadas em São Luís (1), Lagoa Grande do Maranhão (1), Barra do Corda (1), São Mateus do Maranhão (1), Conceição do Lago Açu (1), Caxias (1), Imperatriz (2) e Codó (3).

G1 MA


PRF apreende aparelhos eletrônicos avaliados em 1 milhão de reais na BR 010

 Uma equipe da PRF abordou um ônibus da marca M. Benz/Busscar de cor branca no município de Estreito/MA, na altura do Km 129 da BR 010, quando iniciaram fiscalização no interior do veículo e avistaram grande quantidade de mercadoria tanto no compartimento onde deveria ser realizado o transporte de passageiros quanto no bagageiro.

Nos pertences foram encontrados diversos tipos de eletrônicos, como: celulares, relógios, caixa de som, carregadores e baterias.

O ônibus vinha de São Paulo/SP e teria como destino a cidade de Caxias/MA.

A ocorrência teve início por volta das 18h30 do dia 31 de agosto e foi encerrada hoje, dia 1° de setembro.

Toda a mercadoria foi encaminhada à Receita Federal em Imperatriz/MA.

Os responsáveis pelos produtos não apresentaram notas fiscais dos produtos e podem responder pelo crime de descaminho.

 

 

 

 

Fonte: PRF