Adsense elton

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Crueldade| Assassino confessa que matou mulher a marretadas em Imperatriz



Policiais da Delegacia de Homicídios de Imperatriz (SHPP/ITZ) capturaram na manhã desta quinta-feira (24), em cumprimento mandado de prisão temporária, o homem identificado como Emerson Vieira Correa, autor do homicídio que vitimou Carine Silva Sousa.

A estudante universitária foi assassinada a marretadas e desovada, totalmente despida, na madrugada de domingo (20), às margens da BR-010, a 500 metros da barreira policial do Bananal. Ela estava com o rosto totalmente desfigurado e ainda teve os cabelos cortados pelo assassino.


Através de diligências investigativas, a equipe teve conhecimento do envolvimento da vítima com o assassino e que estes se encontraram momentos antes do desaparecimento de Carine. Emerson cometeu o crime na casa em que reside atualmente com sua companheira, no Parque das Palmeiras.

Segundo a polícia, Emerson utilizou o automóvel da companheira, que está viajando, para transportar e desovar o corpo de Carine.

Após o crime, o assassino fugiu de Imperatriz, tendo relatado a familiares que tinha por intuito ir para a cidade de Palmas, no Tocantins, onde já havia residido anteriormente.



No entanto, sabendo que estava sendo procurado, ele resolveu se apresentar na Delegacia de Homicídios, onde já havia um mandado de prisão temporária, bem como, de busca e apreensão em seu desfavor, em razão de as investigações terem avançado.

Em sua oitiva, Emerson confessou a autoria do homicídio, afirmando que se deu em razão de desentendimento entre ambos e que matou a vítima com uma marreta. Após o crime, quando da desova do corpo, se desfez dos bens de Carine, incluindo o aparelho celular.

Ele negou, ainda, que o crime tenha se pautado em qualquer ritual ligado ao candomblé.

A polícia vai representar pela conversão da prisão temporária em razão de ele ter confessado a autoria do assassinado. Ele permanecerá preso na Unidade Prisional de Imperatriz, à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário