Adsense elton

sexta-feira, 31 de maio de 2019

IMPERATRIZ - MPMA realiza seminário sobre inteligência e segurança institucional

PHOTO 2019 05 31 07 15 29
Membros do MPMA participaram do treinamento
O Ministério Público do Maranhão iniciou o I Seminário Regional de Inteligência e Segurança Institucional nesta quarta-feira, 29, nas Promotorias de Justiça de Imperatriz. O evento se estende até o próximo sábado, 1º de junho, com a participação de membros e servidores do Ministério Público, magistrados e  convidados de Imperatriz e demais cidades da Região Tocantina.

A primeira palestra foi ministrada pelo tenente-coronel Carlos Henrique Souza com o tema "Proteção do Conhecimento com foco na Segurança da Informação". De 30 de maio a 1º de junho será realizado o Curso de Sobrevivência Regional de Inteligência e Sobrevivência Urbana para membros do MPMA.

O tenente-coronel do Exército abordou vários aspectos da segurança institucional, listando atitudes que membros, servidores e pessoas em geral podem adotar para evitar que a segurança pessoal ou profissional sejam prejudicadas.

No local de trabalho, por exemplo, o palestrante orientou que os servidores sempre utilizem crachá para identificação dentro das dependências do órgão e que não emprestem senhas pessoais ou institucionais para outras pessoas. Os cuidados devem ser redobrados com equipamentos institucionais que contenham informações restritas ao trabalho, como notebooks, tokens e celulares.

A orientação se estende ainda às redes sociais, onde as pessoas devem evitar divulgar informações do local de trabalho, assim como fotos do ambiente de trabalho, reuniões ou processos.

Quanto à rotina pessoal, o facilitador explicou a necessidade de mudança da rotina para não se tornar alvo da ação de grupos de sequestro ou assaltantes. Ele alertou que o cuidado deve ser redobrado quando estamos parados no sinal vermelho ou em caixas eletrônicos. É preciso também estar alerta a pessoas que se aproximam com assuntos que podem gerar interesse, mas que muitas vezes são estratégias para roubar dados pessoais e aplicar golpes.

A atenção se faz ainda mais necessária com a corriqueira publicação em redes sociais, quanto à publicação em tempo real de viagens, localização territorial, indícios de identificação de local de trabalho, escola dos filhos, endereço residencial, dentre outras informações pessoais. Outro conselho é evitar adicionar pessoas desconhecidas ao círculo de amizades virtuais que podem estar ali apenas para observar a rotina do possível alvo.

“A ideia é disseminar a consciência da segurança, para podermos aprimorar os procedimentos, contextualizando sempre com as tarefas do cotidiano, com exemplos reais, com possibilidades de aplicabilidade direta”, avaliou Souza.

Coordenadora de Assuntos Estratégicos e Inteligência do MPMA, a promotora de justiça Jesura Capistrano Pinto Bandeira, afirmou que o objetivo do seminário é difundir a cultura da segurança institucional e fomentar a atividade de inteligência do Ministério Público. Na avaliação dela, é uma vitória a regionalização do seminário, já realizado em Timon e, agora, em Imperatriz.

“A administração superior tem nos ajudado bastante neste processo, compreendendo a importância da segurança institucional e da atividade de inteligência. A segurança institucional é uma questão sistêmica, pois não é feita por um único órgão, mas por todos nós”, ressaltou a promotora de justiça.

Redação: Iane Carolina (CCOM-MPMA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário