Adsense elton

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Educadores de Açailândia participam do processo de escolha do Livro Didático conforme determinação do Ministério da Educação


“O livro didático ainda serve de apoio para os alunos acompanharem as explicações do professor e podem consultar o material sempre que houver necessidade, pois ele é uma fonte confiável de informação — bem diferente da internet, que traz conteúdos verdadeiros e falsos”.

Atendendo determinação do Ministério da Educação, a Prefeitura de Açailândia, através da Secretaria Municipal de Educação, reuniu na manhã desta quarta-feira,11, gestores, supervisores e educadores da rede municipal de ensino para o processo de escolha do Livro Didático. O evento acontece na Escola Municipal Jurgleide Alves Sampaio.
A Secretária de Educação Karla Jannes Nascimento, acompanha todo o processo, auxiliando os educadores na escolha dos livros didáticos para em seguida serem aprovados na avaliação pedagógica.
Para o processo de escolha do Livro Didático é importante o conhecimento do Guia do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) e tarefa dos professores juntamente com a equipe pedagógica analisar as resenhas contidas no guia para escolher adequadamente os livros a serem utilizados.
O livro didático deve ser adequado ao projeto político-pedagógico da escola; ao aluno e professor; e à realidade sociocultural das instituições. Os professores podem selecionar os livros a serem utilizados em sala de aula somente pela internet, no portal do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A escola deve apresentar duas opções na escolha das obras para cada ano e disciplina.
Antes de saber como escolher, é fundamental entender os motivos para isso. O material didático é um instrumento valioso para o trabalho do professor em sala de aula, pois ele direciona os conteúdos básicos que serão abordados e apoia a prática de ensino
O livro didático ainda serve de apoio para os alunos acompanharem as explicações do professor. Eles podem consultar o material sempre que houver necessidade, pois ele é uma fonte confiável de informação — bem diferente da internet, que traz conteúdos verdadeiros e falsos.
Sendo assim, as obras didáticas são fontes de consultas e propostas de atividades para o educador, funcionando como parceiras no dia a dia em sala de aula.
Por isso, é importante explorar o livro didático e propor discussões em reuniões pedagógicas para refletir sobre as propostas apresentadas. Essa prática permite o compartilhamento de ideias entre os educadores e ajuda a extrair todo o potencial do material.
ASCOM – PMA 


Nenhum comentário:

Postar um comentário