Adsense elton

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Maranhão sediará o próximo Fórum de Governadores do Brasil Central


Fonte: Vice-Governadoria
Texto: Aline Cristina
Foto: Aline Cristina


O próximo Fórum de Governadores do Brasil Central (BrC) será realizado no Maranhão, no período de 9 a 10 de novembro, e terá como uma das principais pautas a logística portuária. Durante esta semana, representantes do Governo do Maranhão participaram, em Porto Velho, capital da Rondônia, de reunião ordinária do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento, que faz parte da 5ª programação do Fórum de Governadores do Brasil Central (BrC). Esse evento teve início na quinta-feira (5).

O governador de Rondônia, Confúcio Moura, deu as boas-vindas e disse que o Consórcio trouxe uma novidade para o Brasil, ao promover a união dos estados em uma figura jurídica autônoma tomando decisões com recursos mantidos pelo próprio grupo. “Trazemos um exemplo de federalismo cooperativo, que não existia no Brasil”, enfatizou.

Unindo-se ao estado anfitrião e aos demais estados do Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Goiás e Tocantins, o Maranhão segue na cooperação e na busca coletiva por soluções comuns aos estados consorciados.

O vice-governador Carlos Brandão e o secretário de Governo, Antônio Nunes, estiveram presentes no Fórum, que contou ainda com a participação do embaixador do Reino Unido, Vijay Rangarajan, responsável pela palestra ‘Parcerias Internacionais – Oportunidade Reino Unido e BrC’.

Também foram realizadas palestras focadas em alternativas para captação de recursos, comércio exterior, infraestrutura, logística, transferência de tecnologia para melhoria da previdência privada e ainda hidrovia e desenvolvimento regional.

Unificação de alíquotas

Dentre as questões debatidas durante o evento está a unificação das alíquotas, que estabelece um mercado comum no bloco - com impacto direto sobre produtos da agropecuária, gasolina, etanol e diesel, dentre outros -, e que colocará uma pedra sobre a ‘guerra fiscal’ entre esses estados, além da compra unificada de medicamentos.

“Este tipo de iniciativa reflete uma economia estimada em até 10%, segundo estudos apresentados pelos técnicos debatedores e avaliada pelos próprios governadores”, prospectou Carlos Brandão, ao comemorar os avanços das discussões.

Outro dado levado em consideração pelos governantes é que 80% desses medicamentos são para uso oncológico e, por isto, com altas cifras no mercado.

Segundo o presidente do Consórcio, o governador Marconi Perillo (GO), todo o procedimento das compras dos medicamentos constará em ata e será coordenado pela Secretaria Executiva do Consórcio BrC.

“Se comprarmos coletivamente, encontraremos preços menores. Especialmente em relação aos medicamentos considerados de alto custo que oneram sobremaneira os cofres públicos. Em relação à harmonização das alíquotas, decidimos que isso será feito de maneira gradativa, a partir do próximo ano”, explicou.

Na avaliação do secretário de Governo do Maranhão, Antônio Nunes, os resultados positivos são inquestionáveis. “Traremos mais saúde para a população”, afirmou. Nunes também destacou a importância da presença do embaixador do Reino Unido no Fórum, para o Maranhão.

“A visita do embaixador do Reino Unido, oferecendo perspectivas, inclusive para o Maranhão, já que eles possuem um fundo de desenvolvimento do porto, é extremamente estratégica para nós. Com certeza, esse momento gerará uma tratativa com bastante êxito”, comentou o secretário.


Nenhum comentário:

Postar um comentário